Grande youtuber brasileiro gasta até R$ 28 mil por vídeo, confira dicas

Dono do canal Nostagia no Youtube publicou vídeo de desabafo sobre o alto custo de algumas de suas produções desabafando sobre a preocupação em produzir algo de qualidade para a rede, veja dicas de como ter um canal de sucesso no Youtube.

Em um vídeo de comemoração com a placa especial recebida do Youtube pela marca alcançada de 10 milhões de inscritos em seu canal, o youtuber Felipe Castanhari do Canal Nostalgia desabafou sobre algumas coisas importantes sobre o conteúdo atual que mais viraliza na plataforma de vídeos e chegou a confessar que alguns dos seus vídeos chega a gastar em média R$ 28 mil reais na produção e o retorno que o mesmo dá. O fato causou espanto em alguns internautas não só pelo alto custo na produção mas também deixou muitos atônitos e confusos com o baixo retorno na monetização que o youtube trouxe em um deles, quando revelado os valores.

Castanhari relata que ao contrário de muitos que não tem preocupação nenhuma com a qualidade do conteúdo que repassa aos usuários e lança vários vídeos sem a mínima relevância para seus inscritos, ele resolveu seguir outro caminho priorizando a qualidade em vez da quantidade. Esse alto custo em alguns de seus vídeos se dá segundo ele em uma produção minuciosa que envolve a contratação de consultoria especializada sobre o assunto, uma equipe de pauta e criação de roteiros como também uma edição aprimorada e exclusiva para o vídeo em questão.

Muitos diante disso acabaram questionando o alto valor de cada vídeo específico do canal comparando com o baixo retorno que a publicidade do mesmo traz para o autor em sua monetização, feita através do Google Adsense que repassa ao proprietário do canal parte do valor que recebe de cada empresa ou profissional que anuncia com banners e comerciais na plataforma. Mas um comentário específico feito no vídeo pelo próprio Castanhari deixou uma explicação que ajuda a justificar o custo de toda uma produção mesmo que o retorno pela plataforma não seja nada satisfatório, o youtuber relatou:

Não falei no vídeo, mas claramente tenho uma renda que independe só do Youtube. Fecho propagandas por fora, que são veiculadas aqui no Nostalgia. Também faço campanhas publicitárias que utilizam só de minha imagem e redes sociais. Não estou vivendo mal, consigo gerenciar tudo isso e ainda investir no Nostalgia. Mas que seja.

Isso ajuda a entender o que pode estar por trás de uma grande produção de determinados vídeos no canal, o patrocínio de algumas empresas que aparecem logo no início em destaque ou quando são citadas no mesmo. A produção que envolve efeitos especiais através de animação gráfica, um roteiro mais detalhado e crítico sobre o assunto escolhido pela equipe de pauta e uma edição mais que personalizada pode justificar sim o alto custo de um vídeo criado para englobar a marca de um determinado anunciante de acordo com os critérios estabelecidos pelo mesmo.

A iniciativa mostra o alto poder de uma plataforma vasta que permite o mais variado tipo de conteúdo, desde os simples até os mais ousados como o youtuber tem se preocupado em repassar aos seus inscritos. O vídeo de desabafo arrancou alguns elogios de seus inscritos, um deles relatou: “Cara tenho 45 anos conheci você pela minha filha de 10 anos  e adicionei aos meus favoritos, acho o seu conteúdo excelente mesmo com os palavrões, só acho que o seu tipo de conteúdo vai passar anos e vai continuar sendo acessado porque é uma fonte de informação, os outros conteúdos são de visualizações rápidas. Vejo, dou boas risadas e não acesso mais. O que quero dizer é que na minha opinião o YouTube surgiu com a ideia de qualquer um pode fazer um vídeo sem precisar de grandes investimentos e tem espaço para todo mundo”, disse Wander Baeta.

Em reação ao vídeo outro grande youtuber, o PC Siqueira, tweetou:

Para conferir algumas dicas de como se destacar na plataforma de vídeos e ter um canal de sucesso no Youtube, veja abaixo o infográfico com detalhes importantes na hora de atingir seu público alvo, publicar um vídeo de uma forma correta e outros truques.

 

*Se deseja informar algum erro, adicionar alguma informação que agregue a este conteúdo ou alertar sobre direito autoral infringido por favor CLIQUE AQUI, agradecemos desde já a contribuição.

    Assuntos relacionados

    comentar:

    Política de comentários:

    Faça o bom uso desse espaço, de forma respeitosa. Comentários anônimos não serão permitidos, ou os que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. A configuração de comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos e etc. serão excluídos pelos moderadores do site sem aviso prévio diante análise interna. Não são permitidos links e propaganda de produtos e serviços.
Menu e Busca