Uma reserva de cultura indígena no meio de uma capital brasileira

No meio de uma cidade do Nordeste, capital com mais de 800 mil pessoas, uma reserva particular de cultura indígena tem encantado cidadãos e estudantes, principalmente crianças que visitam o local e ficam surpreendidos com o que encontram por lá.

É muito difícil ter acesso a uma experiência real fora dos livros quando se trata de alguns assuntos que levem em conta a nossa história, após debates sobre a omissão com os índios desde a ‘oficial’ descoberta do Brasil pelos portugueses em 1500 até a retirada de terras que esse povo sofreu, perdendo sua identidade ao longo dos tempos. Nada melhor do que proporcionar não só a estudantes e professores mas também historiadores e cidadãos em geral uma experiência rica da cultura indígena podendo vivenciá-la e ter acesso a uma estrutura incrível.

Qualquer pessoa que se encontra na capital potiguar (Natal-RN) pode ter acesso à reserva particular de cultura indígena praticamente no meio da cidade, acessível de qualquer local chegando em alguns minutos apenas. Trata-se da Gamboa do Jaguaribe, um sítio que foi estruturado para receber visitantes em alguns de seus dias de visitação podendo desfrutar de várias ocas, onde na maior delas é exibido sempre periodicamente uma sessão de audiovisual com filmes voltados para a cultura indígena local ou de interesses culturais e regionais. Já em outra oca é possível ver onde era feita a comida, com alguns objetos e comida típica dos índios nativos locais. Atualmente o sítio disponibiliza sua instalação também para quem deseja se hospedar e usa a plataforma online do Airbnb para oferecer o acesso e possui mais detalhes, confira aqui.

A pessoa que visita o lugar pode participar de momentos não só de história mas também diversão com a cultura dos índios em um jogo animado de peteca. As trilhas são um diferencial caminhando com um guia em meio a árvores de diversas espécies, muitas delas de reflorestamento, vendo algumas até então desconhecidas da grande maioria e com uma visão de um lago que outrora funcionava um antigo viveiro de camarão mas agora transformado em lagoa com vários tipos de peixes, que já garantiu também bons banhos em crianças e visitantes que aproveitaram ao máximo as instalações do sítio.

Lembrando que a Gamboa do Jaguaribe se situa na zona norte de Natal-RN, rodeada pelo mangue do Rio Potengi e bem próximo a ponte Newton Navarro, que liga os centros urbanos ás praias.

Jornal local em tupi-guarani

Um diferencial para quem visita em determinado dia é a possibilidade de desenvolver um jornal na linguagem indígena do tupi-guarani, informando em papel mas em outra linguagem os últimos acontecimentos e registrando tudo ali para um acervo histórico. O espaço está disponível para escolas, grupos, excursões, hospedagem coletiva e deve ser agendado previamente, o valor é acessível e sempre é acompanhado por monitores capacitados, amantes da natureza e dessa cultura rica que não podemos esquecer.

Acesse a página do sítio no facebook para ter mais informações de contato e conferir em fotos, vídeos e texto como tem sido a experiência de quem já passou por lá, acesse aqui. O acesso individual ou grupo é feito em determinados dias, até o momento da data dessa publicação nas quartas e nos sábados, o custo médio é de R$ 5 reais por pessoa e para escolas ou excursões distintas pode ser reservado um outro dia diante da disponibilidade.

Há um comprometimento do sítio não só em preservar a identidade da cultura indígena e ajudar na questão das espécies típicas mas também realizar estudos e pesquisas como acontece periodicamente no Rio Jaguaribe por exemplo que desemboca no Rio Potengi.

 

*Se deseja informar algum erro, adicionar alguma informação que agregue a este conteúdo ou alertar sobre direito autoral infringido por favor CLIQUE AQUI, agradecemos desde já a contribuição.

    Assuntos relacionados

    comentar:

    Política de comentários:

    Faça o bom uso desse espaço, de forma respeitosa. Comentários anônimos não serão permitidos, ou os que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. A configuração de comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos e etc. serão excluídos pelos moderadores do site sem aviso prévio diante análise interna. Não são permitidos links e propaganda de produtos e serviços.

Menu e Busca