William Waack diz que não é racista e chama redes sociais de “desgraça”

Após sair da emissora global, o jornalista William Waack decidiu se pronunciar sobre os comentários racistas de que foi acusado após em entrevista de vídeo chamar atitude que o incomodou de “coisa de preto”.

O ex-âncora do programa jornalístico de fim de noite da Rede Globo, William Waack, no último domingo (14) escreveu artigo no jornal Folha de São Paulo onde tentou se explicar sobre suas declarações racistas,  o jornalista também foi entrevistado em um canal no Youtube onde teve mais uma oportunidade de acesso para mostrar sua parte diante da polêmica que motivou o afastamento da emissora global.

Waack disse que não se considera racista e tudo não passou de uma brincadeira idiota, o que seria comum por trás dos bastidores e afirmou: “Aquilo foi uma piada, idiota, como disse meu amigo Gil Moura. Sem a menor intenção racista, dita em tom de brincadeira, num momento particular.” O profissional de 65 anos pediu desculpas pela ofensa e que não tinha a mínima intenção de ofender qualquer pessoa, admitindo existir racismo no Brasil e que inclusive tinha amigos negros. O vídeo de Waack nos bastidores de um programa de cobertura para os jogos olímpicos de 2016 acabou vazando na internet, onde aparece com comentário ridicularizando alguém por estar causando barulho ao buzinar onde na fala comenta que seria “coisa de preto” tal atitude. No vídeo acima postado, William relata:

“Quem é que não fala uma merda entre amigos.”

Já para muitos negros, o racismo pode começar justamente nessa forma de piada, em tom discreto e minimizado, onde  agressor tenta de maneira camuflada inferiorizar alguém de pele escura anexando a ela um episódio nada louvável. Outro ponto pautado pela comunidade negra geralmente é o fato absurdo de pessoas de pele branca querendo ter o poder de determinar o que é racismo contra negros. Muitas pessoas estão incomodadas com esse novo momento de protestos contra casos de preconceito acusando de chatice e “mimimi”. O canal de esquetes Porta dos Fundos chegou a publicar em um de seus vídeos tal fato, onde trata de forma cômica as reclamações de quem ainda não conseguiu se atualizar do novo momento que o mundo vive e clama por menos intolerância, confira:

Como se livrar de frases racistas no dia-a-dia

No vídeo abaixo, youtubers negras comentam sobre alguns termos e expressões racistas que devem ser eliminados do nosso cotidiano, frases que só reforçam o preconceito e ajudam na desvalorização dos negros e negras em uma cultura de inferioridade e preconceito que é disseminada ao reverberar tais palavras. Acompanhe o vídeo do Canal das Pretas:

 

*Se deseja informar algum erro, adicionar alguma informação que agregue a este conteúdo ou alertar sobre direito autoral infringido por favor CLIQUE AQUI, agradecemos desde já a contribuição.

    Assuntos relacionados

    comentar:

    Política de comentários:

    Faça o bom uso desse espaço, de forma respeitosa. Comentários anônimos não serão permitidos, ou os que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. A configuração de comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos e etc. serão excluídos pelos moderadores do site sem aviso prévio diante análise interna. Não são permitidos links e propaganda de produtos e serviços.
Menu e Busca